Inicio > Lisboa > CAC “empata” construção do jardim da Feira Popular

CAC “empata” construção do jardim da Feira Popular

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, disse na passada terça-feira à noite, 10 de Novembro, que o início das obras do parque verde da Feira Popular aguarda pela saída de uma colectividade, o que deve acontecer nos próximos dias. Falando na Sessão Plenária da Assembleia Municipal de Lisboa, Fernando Medina admitiu o atraso na empreitada, explicando que “a conclusão da obra da modulação de terrenos e de espaços verdes está dependente da disponibilização do espaço ocupado pelo CAC [Cube Atlético e Cultural]”. O autarca acrescentou que já foram aprovadas “instalações provisórias” para o clube, esperando que “nos próximos dias haja a deslocação definitiva” do mesmo. Fernando Medina não precisou, contudo, quando é que estas obras devem começar, nem quando estima estarem concluídas. Na sessão da Assembleia Municipal, o autarca anunciou ainda que, no primeiro trimestre do próximo ano, o município vai “avançar com os procedimentos da construção dos dois parques [de estacionamento], um deles de grande dimensão, que é um parque dissuasor, com capacidade para quase duas mil viaturas, colado à estação de metro da Pontinha”.
Recorde-se que no final de 2015, o município anunciou que a Feira Popular ia voltar, inserida num parque urbano de 20 hectares em Carnide.