Segunda-feira, Novembro 19, 2018
Inicio > Loures > Se A Situação Dos Resíduos Sólidos Não Se Resolver O PS De Loures Vai Opor-Se Ao Orçamento Dos SIMAR

Se A Situação Dos Resíduos Sólidos Não Se Resolver O PS De Loures Vai Opor-Se Ao Orçamento Dos SIMAR

Ricardo Leão, Presidente da CPC do PS – Loures, em mais uma crónica mensal. 
Fala-nos dos SIMAR de Loures e do que na sua opinião é o estado caótico da recolha dos Resíduos Sólidos e dos Monos, da recente criação das sete Comissões de fiscalização da Assembleia Municipal e do Encerramento das agências da CGD em Sacavém e Prior Velho.

Citando Ricardo Leão ao longo da crónica:
A RECOLHA DOS RESÍDUOS SÓLIDOS
O estado caótico da recolha dos resíduos sólidos. A ausência da lavagem dos contentores e o mau cheiro. A coisa está pior.
Muitas das recolhas são feitas pela EGEO e no passado a CDU criticava o recurso aos privados.
Se esta situação não se resolver (recolha dos resíduos sólidos) o PS vai-se opor ao Orçamento dos SIMAR para o próximo ano.
– Eu continuo a dizer: Que vantagens para os Munícipes de Loures, que é aquilo que a mim me importa, houve nessa intermunicipalização com Odivelas?
– Expliquem-me, que vantagens é que houve?
As pessoas passaram a ter melhor recolha de resíduos?
– Vê-se que não!
As pessoas passaram a ter melhor lavagem dos contentores de lixo?
– Vê-se que não!
As pessoas continuaram a ter melhor abastecimento de água com as roturas de água?
– Não! Continua a haver uma queda, uma escassez de abastecimento de água.
Então que benefícios em concreto é que a população do concelho de Loures teve?
O preço da água que pagamos na fatura baixou?
– Não! Só não aumentou mais porque o PS se opôs neste mandato ainda.
Não é admissível que o valor que as pessoas pagam hoje, que é muito, o serviço esteja neste estado.
O PS vai sentar-se à mesa das negociações com a CDU de uma forma responsável, numa perspectiva de que o problema seja resolvido.
A desculpa da CDU com a falta de civismo.

OS MONOS
Não há uma organização efetiva na recolha dos Monos.
As Juntas de Freguesia do PS têm tido reuniões com os SIMAR e têm apresentado propostas para serem elas a assumir a recolha dos Monos.
Os Despejos e a Fiscalização.

Comissões Especializadas da ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE LOURES
As sete Comissões e a sua função de fiscalização. A proposta do PSD para que a Presidência fosse atribuída a cada um dos partidos.
O PS e todas as forças apoiaram, excepto a CDU.
(Ricardo Leão cita o BE)
A CDU que tanto apregoa a Democracia, a Liberdade de participação e tanto apregoa que todos devem participar foi o único partido na Assembleia Municipal que votou contra.
(Ricardo Leão volta a citar o BE sobre a CDU)
Democracia quanto baste.

A Caixa Geral de Depósitos
O encerramento das agências da CGD na UF Sacavém e Prior Velho.
Inadmissível a posição da CGD.
O caso da agência do Prior Velho, única na Freguesia, servindo uma população de cerca de 7500 pessoas, essencialmente idosa. Uma das Freguesias com maior atividade económica.
Não se percebe de nenhum destes pontos de vista. (A CGD) abandona o Prior Velho sendo a única instituição bancária que ali se encontra.
A Missão do banco público CGD que deve ter uma função social.
Não posso compreender este encerramento de agências.
Estou algo curioso pelos critérios que estiveram por trás do encerramento da agência do Prior Velho – não se encaixa.
Aguardo a resposta da questão regimental que coloquei como deputado na Assembleia da República.
A luta da UF Sacavém e Prior Velho pelas caixas multibanco.
A população idosa com mais de 65 anos? Mas as caixas multibanco e a Internet não resolvem a questão da população idosa.
A cedência de instalações pela Junta para a CGD.
A UF Sacavém e Prior Velho, está disponível paa uma solução com cedência de instalações em que um ou dois funcionários da CGD estejam 3 dias por semana para dar resposta a essa população mais idosa.
O interesse que deve estar acima de tudo é a população e a UF Sacavém e Prior Velho está disponível.
Vamos ver se a Câmara também está porque até agora tem sido contra.


António Tavares | noticias@lisboatv.pt

Os conteúdos publicados são da exclusiva responsabilidade dos seus Autores. As opiniões expressas em cada artigo vinculam apenas os respectivos autores e não traduzem necessariamente a opinião dos demais autores da LisboaTV nem do Diretor ou do seu proprietário. A citação, transcrição ou reprodução dos conteúdos da LisboaTV estão sujeitas ao Código de Direito de Autor e Direitos Conexos. É proibida a reprodução ou compilação de conteúdos para qualquer fim, sem a expressa e prévia autorização da LisboaTV e dos respectivos Autores.